Apoio Domiciliário


Grupo H Saúde preocupa-se com a sua família. O serviço de apoio domiciliário por nós prestado é uma resposta social que consiste na prestação de cuidados alargados a quem deles necessite, no seu próprio domicílio. Apresenta como foco central a qualidade de vida da pessoa e da família, com uma intervenção especializada e totalmente personalizada, respondendo às necessidades específicas de cada situação. Acompanhamento personalizado de acordo com a necessidade, que poderá ir de uma situação pontual até 24 horas por dia, todos os dias do ano.

Asseguramos sua a comodidade, para tal dispomos dos seguintes serviços:

· Acompanhamento psicológico;
· Atividades de lazer;
· Administração de medicamentos;
· Análises clínicas;
· Apoio familiar;
· Apoio na refeição;
· Aquisições de bens e serviços;
· Estimulação cognitiva;
· Fornecimento de ajudas técnicas;
· Fornecimento de medicamentos;
· Higiene e conforto;
· Limpeza e manutenção do lar;
· Preparação e confeção de refeições;
· Serviço Cabeleireiro e outros serviços estéticos;
· Serviço de Fisioterapia;
· Serviço de lavandaria;
· Serviços clínicos;
· Serviços de Enfermagem;
· Treino de autonomia e mobilidade.

Para mais informações em ama@grupoh.pt ou pelo 961 357 034262 925 610.

Empresa licenciada pela Segurança Social com alvará nº 03/2014
Emitida ao abrigo do Decreto-Lei nº64/2007, de Março, alterado e republicado pelo Decreto-Lei nº99/2011, de 28 de Setembro.
 
 

O processo de envelhecimento

O envelhecimento acarta um conjunto de transformações visíveis consideradas objectivas, que nos indicam a necessidade de intervir junto dessa faixa de população, com necessidades particulares e centradas. Existe porém uma outra vertente do envelhecimento, mais subjetiva, que passa despercebida aos olhos de muita gente.

Ao iniciar um projecto fundamentado na qualidade de vida do idoso, o serviço AMA- Apoio domiciliário, debruçou-se seriamente nas componentes globais do processo de envelhecimento, de perda de autonomia, de necessidade de cuidado, mas também na consciência e no bem estar do público delicado que nos procura.

O nosso principal objectivo vai muito além do cuidado básico do corpo. O nosso trabalho pretende ter em conta o idoso, o ambiente familiar, as necessidades, recursos e possibilidades de manutenção cognitiva e de consciência, por forma a garantir uma vida plena e satisfatória a quem, por questões de idade, dependência ou doença, já necessita do nosso auxílio. Sabemos que o idoso é o resultado de um conjunto de experiências pelas quais passou, que viveu, que sentiu e que construiu. Sabemos que vive a acreditar em crenças, a orgulhar-se de trajectos, a ambicionar caminhos e a continuar a ser pessoa, para todo o sempre. Parece-nos ser este o único caminho viável. Acreditamos ser este o percurso que traz a serenidade que queremos que atinja as famílias que contam com o nosso apoio, e que nos depositam a confiança de fazermos da pessoa que cuidamos uma pessoa com direitos, com respeito, com dignidade.

Não confiamos no trabalho formatado e restritivo que se considera muitas vezes ser a solução. Ambicionamos antes focar a nossa intervenção no bem estar do corpo e da mente, na possibilidade do conforto e da consideração pela individualidade, da manutenção dos laços com família próxima, animais de estimação, espaço casa.

A fase final da vida não tem de ser a redução do Ser, dentro de uma comunidade. A fase final da vida deverá ser o apogeu da pessoa inteira, enquanto ser humano que é.