Saúde: Prevenção é a Melhor Solução


Nos últimos anos temos assistido a um aumento das doenças crónicas em Portugal, não só devido ao aumento da esperança de vida, mas também ao aumento dos fatores de risco.

Os factores de risco são situações que aumentam a probabilidade de vir a desenvolver uma doença, como exemplo o tabagismo, o excesso de peso, etc. Nos homens, as doenças crónicas mais frequentes são hipertensão (25,1%), colesterol elevado (23,7%), alergia (11,4%) e diabetes (10,4%). Já nas mulheres são hipertensão (26,1%), colesterol elevado (25,7%), artrose (20,6%) e alergias (18,1%).

Sabia que algumas destas doenças são preveníveis?

- Mais de 80 por cento dos casos de ocorrência de doenças cardíacas coronárias;

- 90 por cento dos casos de diabetes tipo 2;

- Um terço das ocorrências de cancro;

Podem ser evitados através da alteração dos hábitos alimentares, do aumento de atividade física, do abandono do tabagismo, da regulação dos alimentos, etc.

Hábitos Alimentares

- O consumo de alimentos com baixo teor de gordura, com destaque para a ingestão de frutas, legumes e vegetais, fibras solúveis, grãos e proteínas de origem vegetal, reduz significativamente a pressão arterial.

- O consumo de sal (sódio) deve ser menos de 2.3mg/dia. A ingestão excessiva de sódio tem sido relacionado com o aumento da pressão arterial.

- A alimentação resulta em 30 a 35% dos cancros nos países industrializados.

- O consumo de legumes reduz em 50% o risco de cancro na bexiga. Os vegetais crucíferos, como os brócolos e a rúcula, podem diminuir em 40% o risco de cancro no pulmão. O chá verde poderá reduzir em 57% o risco de cancro colorrectal.  O consumo de legumes verdes, como as couves e os espinafre, está associado a uma redução de risco de cerca de 30% do cancro da mama.

Excesso de peso e atividade física

- O relatório de saúde da OCDE de 2014 aponta Portugal como o país da Europa com a mais alta taxa de prevalência da diabetes. A prevenção da diabetes é um processo difícil e complexo, mas não impossível. A redução do sobrepeso é determinantes para prevenir a diabetes tipo 2, uma vez que quanto maior a quantidade de tecido adiposo, que é a gordura, mais resistentes as células se tornam à insulina.

- Estudos comprovam que a atividade física reduz a pressão arterial, a frequência cardíaca e o IMC (índice de massa corporal). Logo é muito importante para a prevenção da hipertensão, diabetes e colesterol elevado.

- A mortalidade e o risco de doença cardiovascular são duas vezes maiores nas pessoas sedentárias.

- Uma dieta saudável, um peso adequado e o hábito de fazer exercício físico moderado podem reduzir a incidência de cancro entre 30 a 40%.

Ingestão de álcool

- O consumo de álcool aumenta a pressão arterial. Por isso, recomenda-se como limites de consumo aceitáveis, para os homens, aproximadamente 720 ml de cerveja ou 60 ml de bebida destilada ou 240 ml de vinho por dia.

- O álcool provoca cerca 3% das mortes por cancro nos países desenvolvidos, está demonstrado que o seu consumo excessivo aumenta o risco de cancro oral, faringe, laringe, fígado ou mama.

Tabagismo

- Através da nicotina, aumenta a pressão arterial e leva a uma maior deposição de colesterol nos vasos sanguíneos.

- Responsável por 30% da mortalidade produzida por cancro.

- Pessoas entre os 35 e os 69 anos que fumam têm três vezes mais probabilidades de falecer por cancro que os não fumadores.

- É responsável por cerca de 45% das mortes nos homens com menos de 65 anos de idade.

Rastreios

- Os rastreios médicos consistem na realização de testes em indivíduos saudáveis, com o objetivo de identificar aqueles que se encontram em maior risco de desenvolver uma determinada doença.

- É de extrema importância, uma vez que permite detetar as doenças de forma precoce e o seu tratamento adequado. Possibilitando uma melhor resposta ao tratamento e conduzindo à diminuição dos efeitos negativos da doença.

- O rastreio oncológico do cancro do colo do útero, da mama e do cólon e reto conduziu a uma diminuição das taxas de mortalidade na ordem dos 80%, 30% e 20%, respetivamente.

 

O Grupo H Saúde participou na Benedita em Movimento, com a realização de rastreios gratuitos, com os seguintes resultados:

- Média de idade: 54 anos;

- Dos rastreios, apenas 5 eram do sexo masculino;

- 9 tinham a glicémia superior a 126 mg/ml;

- 10 tinham a pressão arterial superior a 140/10 mmH;

- 5 pessoas tinham ambas glicémia e pressão arterial acima dos valores referidos. E 4 tinham colesterol, glicémia e pressão arterial acima dos valores tabelados.

- Os rastreios não foram efetuados em jejum e desta forma os utentes foram aconselhados a repetir o rastreio.

Segunda, 28 de Outubro de 19